quinta-feira, junho 17

Nono capítulo

PRA QUEM NÃO CONHECE CLIQUE (AQUI) desculpem o tamanho é para terminar logo :X




Acordei tudo estava escuro, devia ter anoitecido, sentia o vento da janela batendo no meu rosto, quando notei a presença de alguém no quarto.

- Lorena? - no momento reconheci a sua voz.
- O que você faz aqui? - silêncio, ele se aproximava. - E que horas são? Faz tempo que você está ai? - eu estava encostada na janela e o Bernardo se aproximando.
- O que é isso Lorena? Está com medo de mim? O que houve? Está diferente comigo! - ele havia se aproximado, estava frente a frente a mim, eu não conseguia olhar nos seus olhos. - Olha para mim. - eu desviei e sentei na cama.
- Não há nada Bernardo! - mas a minha voz não me ajudava em disfarçar. - Está tudo bem. Só que pareço que eu durmo a um bom tempo. O que faz aqui? - tentei voltar ao normal, mas não conseguia, a respiração estava ficando ofegante, eu não sabia disfarçar.
- Aa. Eu entrei pela janela, ninguém percebeu. - ele dizia mostrando satisfeito consigo mesmo. - Faz umas 3 horas que eu estou aqui a te observar. - ele se aproximava novamente.
- Então, - eu disse levantando. - Como foi lá com a ruiva? - Fiquei próxima à escrivaninha.
- Ta fugindo de mim é? - ele disse levantando.
- Por que estaria fugindo de você? - eu estava começando a me sentir mal por mentir tanto para ele.
- Não sei Lorena. - o silêncio invadiu. Eu não conseguia desviar o olhar do chão. Só podia ouvir a minha respiração ofegante que praticamente ocultava a respiração do Bernardo.

Depois de algum tempo, ouvi Bernardo dizer, devia ser para si mesmo.

“Não podia ter acontecido isso, não podia!”

Então, eu interrompi o pensamento alto dele e perguntei o que não podia ter acontecido, ele foi breve e respondeu:

- Isso. - se levantando.
Eu fiquei em silêncio. Esperava algo mais do que só 'isso'. Mas ele não respondeu nada. Andava em círculos, não tirava o olhar do chão. Quando de repente a Pietra apareceu na janela.
- Eu sei o que está acontecendo! - meus pensamentos estavam confusos novamente.
O que ela estava fazendo ali e o que ela tinha a ver com a minha história com o Bernardo?
Bernardo ficou frente a frente da janela e dizia:
- Saia daqui, saia daqui! - mas a ruiva ignorou o e entrou no meu quarto ficando frente a frente a mim.
- É Bernardo, eu estou de volta, meu amor! - apontou o dedo para mim - E você, suma do meu caminho, ou eu acabo com você! - ela estava saindo do quarto - Bernardo se você demorar 10 minutos que seja, você vai se arrepender. - E assim se foi.
Eu estava em choque e o Bernardo parecia não saber o que falar.
- É uma longa história, séculos e séculos, faz eu terminar com você, se eu não for ela acaba com a sua alma e eu nunca mais posso te encontrar. vai doer desta vez, como todas as outras, mas essa vai ser diferente a gente tá junto, vai ficar tudo bem, confia em mim? - ele olhou nos meus olhos, me transmitiu um calor diferente e saiu do quarto.
Eu não sabia o que fazer, senti as lágrimas rolarem no meu rosto, parecia que uma parte de mim tinha ido embora com aquele calor, eu podia prever que não veria o Bernardo por um tempo e isso fazia As lágrimas escorrerem insistemente, mas algo era diferente, eu não podia simplesmente perder o Bernardo assim.
ouvi baterem na porta.
- Lorena? - ouvi do outro lado da porta, era o meu pai- ta ai? preciso falar com você! - enxuguei as lágrimas.
- Pai? não to me sentindo bem. - disse de cabeça baixa e ele entrou no quarto.
- Eu preciso falar, amanhã eu vou para Europa. - ele coloca a mão no meu queixo e levanta o meu rosto - Tá chorando filha? - Eu não aguentei e o abracei. - O que é filha?
- É o Bernardo. - eu já estava soluçando, molhando a blusa do meu pai.
- calma filha calma, já falou com os pais do Bernardo? Se você quiser eu fico mais tempo aqui.
- Mas e a mamãe?
Eu estava muito triste, não pensa em procurar os pais do Bernardo, mas era necessária, era necessário ele para minha sobrevivência.
- Ela vai ficar bem eu sei. -ele estava sereno.
- Obrigada pai. - o abracei e ele ficou mexendo no meu cabelo e eu adormeci.

Eles devem ter me dado alguma coisa, porque eu dormi tanto. Acordei era meio dia. Era incrivel como havia dormido tanto.
Fui direto para cozinha comer alguma coisa, eu estava faminta, quando ouvi:
- E ai Lorena? - por um momento achei que era um vulto, mas olhei firmemente e era Deodoro.
Eu não estava para conversa a uma hora dessas do campeonato, peguei a tijela e sentei na mesa.
- Não estou para papo Deodoro!
- Ê, pera ai, eu ouvi tudo do meu quarto ontem - disse ele sentando na cadeira do meu lado - eu já sabia disso.
- Aa não me diga?! - eu disse ironizando a situação.
- Ele é imortal, assim como os pais dele! - eu engasguei com o cereal. - Por isso mortais como você e eu nos sentimos mal perto dos pais do Bernardo, porque eles são os mais fortes e o seu namorado controla a temperatura deles.
- Você não sabe nada! - eu disse gritando e me levantando, mas ele com uma voz calma continuou:
- Errado, eu sei de muita coisa, sei que eles migram a cada 2 anos, sei sobre o calor deles, as aparições do nada. eu pesquisei prima, assim que eu te vi com ele. Eu não posso te deixar na mão de qualquer um, eu tenho que saber quem é.
- Aaa ta! estou acreditando ra ra! - Por fora eu me fazia de durona, mas por dentro eu não podia acreditar naquilo que ouvia.
- É Lorena, é verdade. - disse Sofia, entrando na cozinha. - Não duvida, é sério. Pra valer! - eu estava em choque.
- Quem mais sabe? - eu queria saber.
- Não, só nós dois, três. - disse Deodoro. - A gente quer te ajudar, sabemos o que fazer.
- Pode confiar Lorena, esse é o motivo para mim e o Deodoro ficamos e só o nosso pai ir. Foi dificil convercer! - disse sentando.
- Ai meu Deus, o tio Sergio! Eu nem me despedi dele.
- É claro te doparam hoje cedo. eu não queria ficar, mas Deodoro, insiste em te proteger! - eu dei um olhar pro Deodoro e ele estava de cabeça baixa, fiquei com vergonha e abaixei a cabeça também. - Então quando vamos começar? Não quero ficar aqui mais de uma semana! - disse Sofia.
- Tudo bem Sofia! Não vamos demorar, mas e ai Lorena, tá disposta a ter seu namorado de volta?
- Ele é a minha vida! - eu disse levantando.
- Ê calma ai! Come, porque a gente vai precisar de força, você ainda tá com os efeitos do remédio, termina de comer e vai pro seu quarto que eu e a Sofia vamos estar lá, nós temos um plano.

Terminei de comer, nunca tinha visto o lado Deodoro não-safado, mas ele ia me ajudar a salvar o Bernardo e isso bastava.
Subi pro meu quarto e eles estavam lá.
- Fecha a porta com chave, para ninguém ouvir. - Tranquei a porta. - Então nós somos três mortais contra sei lá quantos imortais, na minha pesquisa não diz nada o quão é o poder deles e nós não temos nenhum poder. - Ele olhava nos meus olhos enquanto dizia.
- Fica complicado assim! - disse Sofia, sarcasticamente. Eu só observava.
- Pensei em ir na cada dos Sandiens, mas não daria muito certo!
- Sandiens? - eu quis saber. - Quem são?
- Bernardo Sandiens. - disse Deodoro.
- Sobrenome lindo! Lorena Sandiens! perfeito! - eu disse.
- Caindo na real Lorena! O único jeito de descobrir alguma coisa é você ir na casa deles e tentar descobrir alguma coisa. - disse Sofia. - Mas não sabemos o quanto os pais do Bernardo são fortes e se eles realmente gostam de você.
- É, pode ser que eles nem estejam no Brasil a uma hora dessas! Mas o único jeito é ir na casa do Bernardo.
- Talvez eles não saibam de nada. eles disseram que o Bernardo não dorme em casa a dias - disse observando Sofia e Deodoro.
- Você vai ter que descobrir Lorena. - Deodoro disse olhando para mim.


acho que semana que vem eu já terminei (YN) A imagem, nunca tem nada a ver com o post HUAUA

16 comentários:

  1. Aiaiaiaia...

    que talento, mt talento para uma palmeirese!

    Brincadeirinha!

    hehehehehe'

    ResponderExcluir
  2. Se te surpreendi é pq ô no caminho certo! hehehehe

    Hasta la vista, baby (bem exterminador do futuro)

    hahahahaha'

    ResponderExcluir
  3. Valeu pela outra passada no Inventando Noticias que fiz, aliás, ele passou por uma malha fina. Meeeeldeeeeels, uns errinhos bem bobos que já foram revisados, espero. Obrigado.

    Notícias com uma pitada de humor sempre são boas....

    hahahahaha'

    ResponderExcluir
  4. Own... o sobrenome dele é lindo mesmo haha
    Jah leu "para sempre"?
    essa história ta a caraaa do livro caran
    porem, ta me dando mais medo \o FATO

    ResponderExcluir
  5. Essa história se parece com um livro que eu li, que chama Para Sempre.
    É baseada nele?
    Estou adorando :)

    ResponderExcluir
  6. Andei meio ausente mas não esqueci de tii não..
    Tua história tah ótima minha linda..
    Muitoo mais inspiração pra tii ok

    Bjãoo Juüh

    ResponderExcluir
  7. oi tenho um blog também interessada em parceria? entra la e nos segue!

    http://kah-catraina.blogspot.com

    e tem um promoção participa!

    ResponderExcluir
  8. oi tenho um blog também interessada em parceria? entra la e nos segue!

    http://kah-catarina.blogspot.com

    e tem um promoção participa!

    ResponderExcluir
  9. perfeiiito *-*

    postei o ultimo capitulo da historia amor

    beijo ;*

    ResponderExcluir
  10. Imortal? Uau, agora a coisa tá surpreendente.
    Não sei se acho essa reviravolta ruim ou boa.
    Mas é ao menos instigante, e corajoso.

    Eu te juro que não esperava uma coisa assim.
    Confesso que preciso ler o outro capítulo para ter uma noção melhor de como esse enredo pode evoluir.

    Mas gostei.

    =)

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  11. Oii.. obrigada pelo comentário... que bom q vc gostou... Só pra constar, também chorei quando estava escrevendo... principalmente por causa da música, ela me lembra muitas coisas que vivi.. hehe

    Amei seu blog!!!

    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  12. Jah leu "para sempre"?
    essa história ta a caraaa do livro caran +1

    Mas o jeito que você ta escrevendo... Muito bom cara!*------------* Esses casos de amores impossíveis sempre rendem uma ótima história né? *-*

    xx

    ResponderExcluir
  13. Omg, omg que história envolvente. Eu vim aqui e quando comecei a ler esse capítulo disse preciso mto ler os outros capítulos HAHA' Amei *-*
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Não li os outros capitulos e agora me senti boiando na história então vou lá ler para sabe direito o que está acontecendo e boa sorte com o termino dela!

    ResponderExcluir
  15. Juh amor!! Vc sempre comenta lá no About my Truth e eu nem respondo, mas é pq eu nem toh muito na net tanto que nem estou mais participando das edições no Bloínquês. Amo esse conto... está acabando i.i

    ResponderExcluir

Antes por favor LEIA O POST, não custa nada.
Comentários serão retribuidos, na medida do possível, com certeza! Obrigada pela passagem.

Conhece o Projeto Bloínquês? Ele é o único projeto que ajuda e interage com blogueiros, dá temas, selos, entrevista, sorteia livros... quer conhecer? http://bloinques.blogspot.com/ pode confiar que não é vírus. Volte sempre! Abraço, Ju Sep.