terça-feira, janeiro 25

Smile for love



- Tenho que te dizer uma coisa. - Ele disse sem olhar nos olhos dela.
- Hm, pode me dizer - disse ela, pegando a mão do garoto. - Confie em mim. - Ela sorriu, encorajando-o.
- É o seu sorriso! - ele disse largando a mão dela. - É a sua mão!
- O que tem meu sorriso e o que tem em minhas mãos? Não quer que eu me aproxime de você, me diga! - Ele abaixou a cabeça.
- Não queria que fosse assim. - Ele disse se afastando.
- Eu não te entendo, eu tento de confortar com o um sorriso e você diz que o problema é o meu sorriso, seguro as suas mãos para te passar segurança e você... simplesmente, diz que o problema são minhas mãos. Como assim? - Disse ela se afastando e ficando de costas para ele. - Sim! O problema, não sou eu... é... você! - Disse ela, chorando.
Ele se virou e correu, ficando de frente à ela.
- Não, não, não! Você entendeu errado! Não chora, não. Sim! O problema é o seu sorriso que faz meu coração sorrir também e os meus olhos brilharem. É! O problema é a sua mão na minha, sim... Você não notou, mas não sabe o quanto meu coração bate rapidamente quando o seu toque entra em contato comigo. É! De fato o problema não é você, sou eu. - Ela olhava para ele agora. - Sou eu que não sei controlar o coração que quer você aqui, o problema sou eu que não sei dizer não para você, o problema sou eu que te ama mais que tudo e não sei viver sem ti. Sim, o problema sou eu, mas você... ah, você! Você é a solução de todos eles... - Ele sorria em meio as lágrimas.
- Ei! Todos estão olhando... - disse ela, carisbaixa.
- Eu não me importo sobre o que pensam de mim, eu te amo e eu quero você! - Ele agora gritava. - Eu quero você! - Ela sorria.
- Eu te amo, eu quero você! - Ela disse, quase em um sussurro.
- Eu quero você. - Ele à envolvia em seus braços e os lábios se encostavam em um eterno amor, era gracioso de se ver.

sábado, janeiro 15

Retrospectiva de livros - 2010





O livro infanto-juvenil que mais gostei: Bem, li bastantes livros infantos-juvenis este ano e o que mais me chamou atenção foi, quer dizer foram, os livros Insônia e o Meu pai não mora mais aqui. São histórias adolescentes que encantam, são leituras rápidas e gostosas.

A aventura que me tirou o fôlego: Todos da saga Sociedade Secreta: Rosa e Túmulo. É incrível esta série, simplesmente eu a amo. Poderia indicar também a saga A mediadora, sou apaixonadas por estas sagas.

O terror que me deixou sem dormir: Não li nenhum de terror, até porque eu tenho medo. Mas um livro que não tem nada de terror que me tirou o sono foi O sr. Pip, que é incrível.

O suspense mais eletrizante: Sociedade Secreta: Rites of Spring (Break) Você fica na expectativa de fato.

O romance que me fez suspirar: Quem não suspirou lendo Querido John?

A saga que me conquistou: Colocaria aqui A mediadora.

O clássico que me marcou: Para lembrar aqui, que eu já disse, que eu já tentei e não conseguia ler este livro, mas graças ao livro Muito Romântico eu o li e me apaixonei, viva ao Goethe e ao apaixonante livro Os sofrimentos do jovem Werther.

O livro que me fez refletir: Nossa! Foram vários, mas nesta lista colocaria O vendedor de Sonhos, que pretendo este ano ler a saga toda, e o livro Como viver eternamente.

O livro que me fez rir: PS. Beijei, é uma história adolescente mas é muito engraçadinha.

O livro que me fez chorar: Como viver eternamente chorei muito, foi o livro que eu mais chorei.

O melhor livro de fantasia: Eu te magoo e você me assombra, muito fofo este livro. É sobre almas, ou seja fantasia não?

O livro que me decepcionou: Sério, todo mundo diz "Soul Love é isso, é aquilo" de fato, ele é aquilo, aquilo que eu não gostei.

O(a) personagem do ano: Ed Kennedy do livro Eu sou o mensageiro.

O(a) autor(a) revelação: Markus Zusak, para mim, ele foi uma revelação. Li A menina que roubava livros e o livro Eu sou o mensageiro, e fala sério, o cara é foda.

O melhor livro nacional: O vendedor de sonhos, é claro.

O melhor livro que li em 2010: Bem, poderia colocar, um, dois, três livros, ou toda a estante, mas o livro que eu amei ler foi Eu sou o mensageiro, porque a história é de um cara fracassado que existe como muitos por ai, mas o jeito, forma da escrita e o enredo nos prende de tal forma, que é inacreditável. Esses dias, vendo uma reportagem sobre cinema antigos, eu me peguei lembrando de cenas do livro, e fiquei me questionando se eu tinha lido ou visto um filme, era uma lembrança tão real, que eu mesma me confundi. E o Ed Kennedy, é apaixonante, eu o amo, é uma parte de mim, sem volta.

Primeiro livro de 2011*: Comecei o ano lendo A hospedeira, é o primeiro livro que leio da Stephenie Meyer, e como todos dizem, no começo é confuso, mas eu estou amando este livro.

Meta para 2011*: Quero ler mais de  50 livros, mas se Deus quiser e eu tiver tempo, vou ler mais com certeza! Quem tiver Skoob e quiser me adicionar, estamos ai, quer dizer aqui.
Bem, eu peguei este meme no blog Pensamento Tangencial, peço desculpas pela impaciência e esperar sua resposta, se eu podia ou não usá-lo, pois era um meme de uma "pesquisa" (veja aqui). Peço desculpas novamente, por ter usado sem autorização, mas eu fiquei com muita vontade mesmo, acho que foi o meme que tive mais vontade de fazer. As ultimas duas perguntas, eu as inclui. Desculpem a demora para postar, é que eu estava sem tempo.