terça-feira, março 29

Welcome to blurry



As pessoas entram e saem da sua vida, mas já parou para pensar naquelas que deveriam ter permanecido? Já pensou quantas pessoas estão na sua vida e quais você quer que permaneçam até não poder mais?

A neblina lá fora parece tomar conta de tudo e de todos, é como se ela se sentisse dona de tudo. Através desta janela posso perceber as pessoas, como elas andam, os olhares vagos. Por que ninguém nunca nota que estou aqui? Será correria, ou simplesmente, ignorar, fingir que não vê? Perco-me nestes pensamentos, pois nunca encontro respostas.
Se um dia pudesse voltar no tempo, faria totalmente igual. Seria como se pudesse voltar só para ver o que foi e como foi na época. Eu sei, eu sei... As coisas mudam, mas o que se foi, foi o que me definiu a ser o que sou hoje e as pessoas foram grandes responsáveis.
Acho que não deixaria ninguém que se foi, por querer, voltar e ficar na minha vida. Posso ter sofrido, mas nada vai mudar, eu sou assim. E sabe aquelas pessoas que estão do meu lado, simplesmente, não irão embora facilmente, eu não vou deixar. Não vou deixar... Não é tempo para dizer adeus.


Bem, desculpem-me por sumir e voltar com um texto hiper super ultra mega power fail, mas é que não está dando tempo para nada e a criatividade foi dar uma volta e não quer voltar, aquela maldita que eu amo. É, somos um amor de tapas e beijos rs. Gente, deixa eu dizer, eu amo cada blogueiro, cada escrita, vocês são luz entende? Obrigada por tudo <3